Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

Factos ◊ 4

 

Mais vale um minuto na vida, do que a vida num minuto.

 

publicado por BC às 11:32
link do post | comentar
Quinta-feira, 28 de Outubro de 2010

Factos ◊ 3

 

 

Aproveite o HOJE, porque o amanhã é incerto.

 

 

 

publicado por BC às 22:35
link do post | comentar
Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

Devaneios ¤ 7

"A vida é como uma pessoa, uma pessoa que é preciso tomar como parceira. Entrar na sua valsa, nos seus redemoinhos, por vezes obriga-te a engolir água salgada e julgas que vais morrer, depois agarra-te pelos cabelos e deixa-te mais adiante. Por vezes esmaga-te os pés, por vezes faz-te dançar. É preciso entrar na vida como se entra numa dança."

 

In "Os olhos amarelos dos crocodilos", Katherine Pancol

publicado por BC às 12:11
link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Devaneios ¤ 4

"Eu tenho uma espécie de dever,
de dever de sonhar,
de sonhar sempre,
pois sendo mais do que
um espectador de mim mesmo,
eu tenho que ter o melhor espectáculo que posso.
E assim me construo a ouro e sedas,
em salas supostas, invento palco, cenário,
para viver o meu sonho
entre luzes brandas
e músicas invisíveis."
 
Fernando Pessoa
 


sinto-me: ...
publicado por BC às 21:52
link do post | comentar | ver comentários (6)
Segunda-feira, 5 de Julho de 2010

Desejo-te tempo!

Não te desejo um presente qualquer,

Desejo-te somente aquilo que a maioria não tem.

Tempo, para te divertires e para sorrir;

Tempo para que os obstáculos sejam sempre superados

E muitos sucessos comemorados.

Desejo-te tempo, para planear e realizar,

Não só para ti mesmo, mas também para doá-lo aos outros.

Desejo-te tempo, não para ter pressa e correr,

Mas tempo para encontrares a ti mesmo,

Desejo-te tempo, não só para passar ou para vê-lo no relógio,

Desejo-te tempo, para que fiques;

Tempo para te encantares e tempo para confiar em alguém.

Desejo-te tempo para tocar as estrelas, 

E tempo para crescer, para amadurecer.

Desejo-te tempo para aprender e acertar,

Tempo para recomeçar, se fracassar.

Desejo-te tempo também para poder voltar atrás e perdoar.

Para ter novas esperanças e para amar.

Não faz mais sentido protelar.

Desejo-te tempo para ser feliz.

Para viver cada dia, cada hora como um presente.

Desejo-te tempo, tempo para a vida.

Desejo-te tempo. Tempo. Muito tempo!

É o que vos desejo, meus amigos!  E a mim também!!

E já agora, boa sorte para os meus amiguinhos que ainda andam de volta dos exames. Força*

publicado por BC às 13:23
link do post | comentar | ver comentários (2)
Sábado, 19 de Junho de 2010

Devaneios ¤ 2

"Não sou nada.

Nunca serei nada.

Não posso querer ser nada.

À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo."

 

 

Fernando Pessoa

publicado por BC às 20:30
link do post | comentar | ver comentários (16)
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

O sentido da vida

"O verdadeiro sentido da vida

É ter impressão de que se tem tudo,

mesmo quando falta muito.

É ter esperança mesmo quando a tristeza

insiste em nos alcançar.

É saber a hora de parar

e escolher outros caminhos.

É tentar conhecer-se um pouco,

e expandir tudo o que se tem de bom.

É enfrentar as lágrimas,

e delas buscar um sorriso.

É acreditar que tudo pode acontecer;

cada experiência é única, e

cada amanhecer é mágico."

Picasso

 


publicado por BC às 16:00
link do post | comentar | ver comentários (4)
Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Devaneios ¤ 1

"Eles não sabem, nem sonham,

que o sonho comanda a vida.

Que sempre que um Homem sonha

o mundo pula e avança,

como bola colorida

entre as mãos de uma criança."

 

António Gedeão

 

 

 

 

sinto-me: Uma eterna criança...
publicado por BC às 23:00
link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Corações!

"Há muitos tipos de corações.

Há corações pequenos e tímidos, há corações grandes e abertos, há corações onde é preciso meter requerimentos de papel azul e selo de garantia para abrirem as portas e outros cheios de janelas, frescos e arejados.

Há corações com trancas, segredos e sistema de alarme que são como cofres de bancos. Corações sombrios e desconfiados, com fechaduras secretas e portas falsas.

Corações que parecem simples, mas quando se entra lá dentro, espera-nos o mais perverso dos labirintos.

Há corações que são como casas antigas, cheios de mistérios e fantasmas, com jardins secretos e sótãos poeirentos, carregados de memórias e recordações e há corações simples e fáceis de conhecer, descontraídos e leves...

Há corações que são como borboletas e voam de um lado para o outro sem parar, numa pressa ansiosa de viver tudo antes que a vida se acabe.

 Há corações duros como aço, onde nada risca e faz mossa e corações de plasticina que se moldam às formas dos corações que amam. Há corações de papel, bonitos e frágeis que se amachucam facilmente e desbotam à primeira lágrima, há corações de vidro que quando se estilhaçam nunca mais se recompõem e corações de porcelana que depois de se partirem ainda sabem colar os destroços e começar de novo.

Há corações de uma só porta que são como grandes casas de família e outros de duas portas, uma para a sociedade e outra para a intimidade. 

Mas há ainda uma ou outra espécie de corações, os corações hospedeiros que sabem receber e fazem sentir os outros corações como se estivessem em casa, que dão e aceitam amor sem se fixarem, que tratam cada passageiro como se fosse o último, enquanto procuram o coração gémeo, sempre na esperança, secreta e nunca perdida de um dia deixarem de viajar e sossegarem para a vida."

Margarida Rebelo Pinto

 

sinto-me:
publicado por BC às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (8)
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

Estou a aprender a ser feliz!

 

 

"Estou a aprender a ser feliz,
Aquilo que eu vou ser ninguém me diz
A guitarra que só toca por amor,
Não acalma o desejo, nem uma dor."

 

 

Pois é amiguinhos, esta música dos Pólo Norte é das que pode traduzir o meu estado de espírito: querer ser feliz

Tenho andado numa má fase (longa demais), é verdade, onde só existiam "ses", "mas", "será que", "porquês", dúvidas, inseguranças e tudo mais que nos impede de viver e nos fecha em copas para o mundo e que, por vezes, leva-nos a ter atitudes erradas e a fazer mal a quem mais gostamos e...estragar tudo. É verdade que cometemos erros, ou decisões mal tomadas, mas às vezes são precisas para ver certas coisas. Ou então, nunca deveriam de ser precisas!

A verdade é que para os erros há sempre um perdão, ou quase sempre. E quando não há, só nos resta aprender a lidar com isso, por mais que nos dou-a.

E eu quero muito ser feliz! Voltar à Bruna dos sorrisos e gargalhadas estranhas!! Voltar a ser eu!  

Não vai ser fácil, mas vai ser a luta dos meus dias...

sinto-me: A querer ser feliz
música: Polo Norte - "Aprender a ser feliz"
publicado por BC às 17:20
link do post | comentar | ver comentários (20)

♠Mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 4 seguidores

♠Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

♠pesquisar

♠Coisinhas que vou cuscando

♠Coisinhas recentes

Factos ◊ 4

Factos ◊ 3

Devaneios ¤ 7

Devaneios ¤ 4

Desejo-te tempo!

Devaneios ¤ 2

O sentido da vida

Devaneios ¤ 1

Corações!

Estou a aprender a ser fe...

♠Cuscadelas!

Contador de visitas
Contador de visitas

♠Coisinhas mais antigas

Dezembro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

♠tags

todas as tags